Navigation Menu+

Ouça o single “Cisternas”, de Chlome

Posted on Dez 7, 2019 by

Capa do single “Cisternas”, de Chlome, feita por Nyrehtak Sol

 

 


Cisternas, por Chlome (ouça abaixo)

 

Salve galera! Hoje é dia de lançamento e vou aproveitar pra jogar uns pensamentos.

Muitas coisas e muitos aprendizados aconteceram nesse período de selo desde o final de 2016 / início de 2017 e, embora eu ainda não saiba perfeitamente tudo que um selo fonográfico faz ou pode fazer, muito menos consiga dar conta de tudo que um selo faz ou pode, sigo tentando fazer música da maneira como eu sei: imperfeita e limitada mas apaixonada.

Corda Records, hoje, é Christian Locatelli Menezes e Christian é Chlome, um jeito de ser eu mesmo abreviado e poder desovar algumas ideias que eu sinto muita necessidade de terminar e ver prontas. Cisternas é o começo, um grito de “eu consigo” :). O single sai hoje e vai ser acompanhado por outras músicas que fecham o EP “Dimensão dos Sedentos”, o qual resolvi lançar em 22 de março de 2020 por ser o dia Mundial da Água, que é um tema e um recurso natural importantíssimos, uma das chaves da vida e também um dos assuntos/sentimentos das músicas.

As ideias pra esse EP surgiram de pequenas gravações em celular que eu fui juntando, compilando e regravando aos poucos de uma forma mais inteira enquanto a gente, na época, terminava o “Podemos Viajar Através de La Luz”, do Leonardo Frodo e estava em plena produção do “Cabeça Milenar”, da Analepse (vai ter coisa da Analepse logo logo também). Como esse material dependia inteiramente de mim, fui deixando pra depois, como diz o refrão da música ;p, mas deixar tanto pra depois dá uma angústia e em algum momento eu tive que concluir as coisas, tanto pra abrir espaço pro novo quanto pra se sentir capaz, feliz e em movimento/progresso, porque, talvez, aquela história de ideia na gaveta não existir, seja verdade.

Assusta um pouco se ver responsável por todos os processos, desde a composição, passando pela produção e a pós-produção, por serem etapas distintas, que às vezes não rola fazer sozinho e que requerem diferentes habilidades, das quais me faltam muitas, obviamente, além de fugir um pouco do “apenas tocar”. O que eu quero dizer é que é frustrante, muitas vezes, não conseguir o resultado que se imagina e se sentir limitado mas ainda assim eu prefiro mostrar isso pro mundo e deixar o mundo ter as impressões sobre essas ideias. A busca não é por perfeição, afinal de contas, mas sim por estar em movimento e por dar continuidade.

Agradeço pelas oportunidades e pelas pessoas que me apoiam nesses trem e que botam fé em mim, especialmente meu irmão, Allison, que me ajudou nas mãos de captar quando foi preciso, meus primos Marcio e Maikol por me cederem instrumentos e equipas, todos amigos que ouviram pacientemente esse som antes de estar pronto (se é que tá pronto rsrs)! As artes do single e do EP estão por conta da minha parceira de vida Nyrehtak Sol! <3 Em breve mais notícias, até maiss!

Sem mais delongas, por enquanto, escute esse som:

Ouça por aqui também: